Nada está ruim o suficiente que não possa piorar


Há alguns anos atrás um palhaço se elegeu para o Congresso Federal com o discurso de que “Pior que tá não fica” e hoje podemos concluir que nada está ruim o suficiente que não possa piorar.

Ao longo dos últimos anos, cada vez mais o brasileiro desacreditou da política e com toda razão, vivemos um mar de desilusões, de corrupção e bandidos em todas as esferas. Nas últimas eleições chegamos perto de 25% de votos brancos, nulos e ausentes.

Porém nessa eleição, assistimos a propagação de uma doença tão terrível quanto contagiosa. Um homem que fala o que pensa e ganha a cada dia o coração de muitos eleitores.

Com um misto de promessas vazias, discursos de ódio e mentiras, ele cria um carisma quase irrefutável. Pessoas que já haviam perdido a esperança na mudança do mundo, despertaram e estão vivendo a adrenalina de sonhar com um mundo melhor.

São milhões de brasileiros que saíram da inércia política e foram contagiados por um movimento. E quantas dessas pessoas estão racionalmente de acordo com os objetivos e métodos desse movimento? Poucas.

O apelo ao patriotismo é a grande arma dos demagogos como Bolsonaro, com uma política de segregação social, religiosa e sexual, ele convenceu muitos eleitores que o problema do Brasil está nas concessões de benesses aos mais pobres e oprimidos.

Num país onde o número de desonerações às grandes empresas supera em mais de 10 vezes os recursos do bolsa-família, ele convenceu que o problema é o bolsa-família.

“Me diga com quem anda e eu te direi quem és”. Quem nunca ouviu essa frase? Ela se aplica muito bem ao candidato que tem figuras repugnantes ao seu redor. Temos: Alexandre Frota que dispensa comentários; Paulos Guedes, o economista dos ricos; o dono da maior casa de prostituição de SP; Edir Macedo com o seu projeto religioso de poder; seu vice Mourão que representa o que há de pior nas Forças Armadas; Coronel estuprador e pedófilo; os piores políticos do Brasil; milicianos; neo-nazistas etc.

Por fim, vamos lembrar aquilo que seus seguidores sempre nos lembram, aliás, a essa altura eu já sou considerado um petralha. Precisamos de uma vez por todas esclarecer que o PT que sucumbiu a corrupção não é o PT que queria fazer o Socialismo, mas o PT que se entregou ao Capitalismo.

O Mal do Brasil, conhecido como MDB, é o único partido participou de todos os governos e todas as corrupções desde o fim da Ditadura Militar. E a previsão é de que isso vai voltar acontecer com o próximo presidente seja ele quem for.

Ou seja não importa o quanto pode ser ruim o PT ou o PSDB, o grande câncer do Brasil é o MDB. Imagine agora um governo Bolsonaro-MDB?

Outro fator importante no combate a essas doenças é a informação. Saber como funciona o voto é essencial, então vamos lá:

1) Voto branco, nulo ou ausência não anula eleição

2) Quanto maior o número de votos brancos, nulos e ausências, menos votos são necessários para uma eleição já no primeiro turno

3) O voto em qualquer político no primeiro turno, que não no primeiro colocado, ajuda a levar a disputa para segundo turno

4) Quando damos voto a um candidato com muitos votos, nosso voto ajuda a eleger outros deputados do mesmo partido

5) Quando damos voto a um candidato que não é eleito, nosso voto vai para outro deputado do mesmo partido

REGRA DE OURO: Quando votar para deputado, vote apenas em candidatos em que você confie no partido, porque seu voto tem grandes chances de eleger outro deputado!

#elenão #votobranconão #votonulonão #votoconsciente

“Nada está ruim o suficiente que não possa piorar” por Gutemberg Motta é licenciado sob Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Eu apoio:

Support Wikipedia tt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *