Manifestações anticorrupção


size_810_16_9_protesto-contra-o-governo-16-08-brasiliaPercebo muitas pessoas de bem, honestas, prestando apoio a manifestações anticorrupção, como essa manifestação de hoje (16/08/15).  Algumas pessoas com muita consciência do que estão fazendo (das quais discordo ideologicamente), outras com pouca noção do que estão fazendo além de serem contra a corrupção.

Porém todos esses apoiadores de bem muitas vezes caem numa armadilha inadmissível, na armadilha de acreditarem numa falsa divisão, onde todos os cidadãos de bem apoiam essas manifestações anticorrupção.

Cabe ressaltar que desde 2012, quando manifestações começaram a ganhar volume numérico, tendo alcançado seu auge em Junho de 2013, muita confusão se fez sobre os participantes das manifestações.

Primeiro precisamos definir os 4 perfis de manifestações que tivemos desde então:

  • 02-SAO-PAULO-AVENIDA-PAULISTA-Marcelo-Camargo-ebcManifestações de esquerda – Começaram a crescer em 2012 e a chamar atenção da mídia tradicional, dentre várias bandeiras, protesta contra os aumentos de preços do transporte público, defendendo o transporte público e gratuito, protestou também contra a FIFA e a farra da Copa do Mundo. Oposição ao Governo Petista e aos demais partidos tradicionais. O sentimento de justiça social e solidariedade são fortes aqui.

 

  • Manifestações de direita – No embalo da onda e buscando uma polarização com o discurso da esquerda, tem como bandeira principal a anticorrupção, mesmo sem uma definição muito clara de propostas. E, sempre presente, observamos manifestantes pró-ditadura militar. Oposição ao Governo Petista e algumas vezes aos demais partidos tradicionais. Sentimento de patriotismo muito presente.
  • manifestação-pt-dilma-cut-131-720x377Manifestações governistas – Organizadas pelo governo para demonstrar alguma popularidade nas ruas, foram muito menor em número e com baixíssima adesão.

 

  • Manifestações confusas – Manifestações de grande porte, onde se misturavam manifestante dos três perfis anteriores.

 

Se por um lado as manifestações de esquerda passam por um momento de inflexão, as manifestações de direita estão nas ruas, e é a esse público que me dirijo.

O primeiro consenso necessário para esse diálogo é a compreensão de que existem pessoas de bem em ambas as manifestações. Infelizmente o ceticismo, principalmente nas manifestações de direita, tem levado o Brasil a uma grande polarização irracional onde as ideias não estão em jogo, mas as emoções.

Sim, ambas as manifestações discordam do Governo Petista! As soluções é que são distintas, a Esquerda acredita que financiamento público de campanha é importantíssimo para garantir um sistema representativo saudável, assim como acredita que o Michel Temer presidente não irá melhorar em nada o país.

Todo homem de bem, seja de direita ou seja de esquerda, é contra a corrupção. A nossa incipiente democracia precisa ser construída e não extirpada.

“Manifestações anticorrupção” por Gutemberg Motta é licenciado sob Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Eu apoio:

Support Wikipedia tt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *